Tillerson perdeu a credibilidade e se transformou em alvo de parlamentares de ambos os partidos, insatisfeitos com a reestruturação do Departamento de Estado promovida por ele.